Semana de Ação Mundial chama atenção da população

capa_fbk-1

Entre os dias 3 e 10 de junho, acontecerá a Semana de Ação Mundial, a SAM.

Realizada desde 2003 de forma simultânea em mais de 100 países, trata-se de uma iniciativa lançada pela Campanha Global pela Educação (CGE), e tem como objetivo convidar a sociedade civil para realizar ações de pressão para que os governos cumpram acordos relacionados ao direito à educação.

Coordenada desde seu lançamento pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, em 15 anos a SAM já mobilizou mais de 70 milhões de pessoas no mundo inteiro. Nesta edição, a semana irá preceder o dia 25 de junho, data de comemoração aos quatro anos da sanção do Plano Nacional de Educação (PNE).

Por isso, a campanha desse ano marcará um balanço tanto da implementação do PNE quanto dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) relacionados à educação, como uma forma de exigir o cumprimento dos compromissos firmados pelo governo.

Apesar de alguns estados brasileiros ainda estarem atrasados no cumprimento das metas, como o Acre que, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD Contínua), divulgados em maio pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apresenta uma taxa de 12,1% de analfabetismo, houve avanços em outras regiões: 14 estados conseguiram alcançar a meta estipulada pelo Plano Nacional de Educação.

Além disso, também serão realizadas ações tanto para um novo Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), quanto para a revogação da Emenda Constitucional (EC) 95, que delimita um teto de gastos para áreas sociais.

Participe da SAM

É possível participar de diversas formas, inclusive organizando uma atividade. Aos interessados, o site oficial da SAM disponibiliza materiais de apoio neste link. Além disso, na aba “participe”, há sugestões de ações a serem desenvolvidas, como: atividades políticas; atividades educativas, como rodas de conversa e debates em escolas, universidades ou na própria comunidade; divulgação e ativação cultural, para que cada vez mais pessoas possam fazer parte da rede da SAM 2018, entre outras. Além disso, a SAM incentiva que os participantes enviem relatos com fotos e vídeos depois de suas atividades.

Para receber comunicados e, posteriormente, um certificado atestando a participação na SAM, é preciso realizar a inscrição no site.

FONTE: GIFE